Tesoureiros brasileiros revelam falta de confiança nas perspectivas econômicas do país

Nov 26th 2013 | Americas
  • 46% dos tesoureiros brasileiros se sentem menos confiantes sobre as perspectivas econômicas do país para o ano que vem.

22 NOVEMBRO, SÃO PAULO - Quase metade dos tesoureiros sênior e profissionais de finanças no Brasil (46%) se sentem menos confiantes sobre as perspectivas econômicas do próximo ano quando comparado com 2013.

Esta foi a principal conclusão do "Veredito da tesouraria" pesquisa realizada ao vivo a tesoureiros sênior e profissionais de finanças na 7ª conferência EuroFinance sobre Gerenciamento Internacional de Tesouraria, Caixa e Riscos para Empresas no Brasil, realizada em São Paulo.

Esta falta de confiança na economia do Brasil também é vista quando perguntado sobre a sua moeda, o Real. Mais da metade do tesoureiros sênior e profissionais de finanças no Brasil (53%) acreditam que o real deve ser visto como uma das cinco moedas frágeis, ao lado da Índia, Turquia, Indonésia e África do Sul. Uma maioria idêntica com 53% também acreditam que o real vai se depreciar entre 5-15% em relação ao dólar nos próximos 12 meses.

Katharine Morton, EuroFinance's Editorial Director, diz: "A confiança na economia brasileira está em baixa entre os tesoureiros do país e, claramente, a visão pessimista sobre o real está contribuindo para isso. Nos últimos três anos de Veredito da Tesouraria, os tesoureiros brasileiros têm estado entre os mais entusiasmados globalmente, tanto em relação às perspectivas de sua empresa como para a economia. Os resultados deste ano são um mergulho acentuado da confiança."

MENU